Ferramentas Do Investigador

Nesta seção queremos apresentar aos internautas os materiais básicos que todo investigador, neste caso, em pesquisa de campo, deve levar para realizar um trabalho sério e compensador na observação de registro do fenômeno OVNI. Existe uma diversidade de itens que o pesquisador pode levar consigo em um acampamento e vigília, alguns de custo bem baixo assim como outros de maior valor.Vamos apresentar primeiramente os itens mais básicos, que são de certo modo obrigatórios em toda vigília. Atualizaremos esta página periodicamente, adicionando novos itens com sua correspondente explicação.

Monóculo de 90 graus

O monóculo de 90 graus é um instrumento óptico para observação que consiste em uma objetiva de 50mm de diâmetro acoplada a um sistema de prisma que proporciona, através de uma ocular, uma imagem não invertida, como não acontece com lunetas convencionais.Sua principal utilidade é realizar a observação de objetos no céu(OVNIs) quando sua altitude for maior do que 45 graus em relação ao horizonte, de modo que o pesquisador pode visualizar seu alvo alto no céu sem ter que “dobrar seu pescoço”, como acontece no caso do uso de um binóculos comum.Na verdade, nós construímos este monóculo, a partir de partes de um binóculo, da qual retiramos a objetiva, que foi adaptada em uma luva de pvc, que recebeu uma diagonal de prisma, e na qual foi inserida a ocular, que também foi aproveitada do mesmo binóculo.Existem raros modelos de binóculos que possuem estes prismas de 90 graus, mas tem um preço salgado.

Monóculo com câmera digital acoplada

Monóculo com câmera digital acoplada

P1180666

Uma evolução do monóculo de observação padrão é o mostrado acima, que recebeu a adição de um suporte para acoplamento de câmera digital. Com o uso do suporte, a objetiva da câmera, quando ligada, se alinha à ocular do monóculo, obtendo uma imagem, que tanto pode ser fotografada ou filmada. Além disso, há o recurso de zoom na câmera, permitindo aproximar a imagem várias vezes. Além disso, o aparelho possui o recurso de uma mira laser, acoplada ao lado do monóculo, o que permite apontar o instrumento para um OVNI rapidamente.

Outra visão do monóculo com a câmera digital acoplada

Outra visão do monóculo com a câmera digital acoplada

P1180734

P1180735

P1180736

P1180737

Lanterna sinalizadora vermelha

Este simples acessório vendido para uso em bicicletas se revelou muito útil em uma vigília ufológica.Ela pode ser usada com indicador de posição num ambiente escuro, por exemplo, um pesquisador se posiciona mais afastado dos outros integrantes porém pode marcar seu local com esta luz piscante, de modo que os outros pesquisadores sabem exatamente onde ele se encontra.Outra utilidade é colocar estas lanternas presas ao equipamento que é montado em campo, como por exemplo, num tripé fotográfico, para que nenhum pesquisador desavisado acabe tropeçando no mesmo no escuro.Mais uma aplicação desta lanterna é utilizá-la como lanterna convencional, apesar de sua luz ser vermelha, sendo que a luz vermelha é menos irritante para os olhos e preserva a adaptação à escuridão, o que é importante numa vigília, pois permite visualizarmos objetos mais fracos no céu.Se for utilizada uma lanterna de luz branca essa adaptação dos nossos olhos à escuridão(que leva cerca de 20 minutos) é prejudicada.

Lanterna de luz vermelha

Esta lanterna de luz vermelha, originalmente criada para uso em Astronomia, é ideal para o pesquisador levar consigo.Extremamente potente, permite mesmo com a luz vermelha visualizar o que for necessário quando em uma vigília ou acampamento.É tão potente que quase dispensa uma lanterna de luz branca convencional.Vale lembrar que esta lanterna, assim como a lanterna sinalizadora usam leds, que são altamente econômicos permitindo um uso por várias horas.

Gravador digital

Um gravador digital é muito útil principalmente no momento de um avistamento, pois permite ao pesquisador narrar seu avistamento, com todos os detalhes, permitindo, mais tarde, transcrever todo o evento por escrito.Não recomendamos utilizar um bloco de notas e caneta para o registro de dados de um avistamento pois no escuro não seriam muito práticos, mesmo usando uma lanterna, além do que muitos avistamentos ocorrem rapidamente, de modo que não se pode perder tempo no registro dos dados, sendo a opção de gravar tudo que é observado é mais prático, sendo que o pesquisador pode perfeitamente utilizar um gravador de fita, sem problemas, do tipo usado por repórteres.

Nunca esqueça de levar um bom conjunto de pilhas recarregáveis pois com a baixa temperatura da noite elas tendem a perder potência, significando que sua câmera digital pode parar de funcionar no momento mais inoportuno.Sempre é bom levar outra cartela de pilhas de reserva, pois nunca se sabe quando vai precisar.

Binóculo pequeno

Um binóculo é muito útil na vigília, permitindo observar objetos mais distantes que, à noite, seriam muito difíceis de visualizar.Este é um binóculo simples 16 x 21, ou seja, tem a potência de 16 vezes com uma objetiva de 21 mm.Bastante portátil e leve, seria o mínimo que recomendaríamos par uso numa vigília no que concerne em relação a binóculos.

UFO Detector modelo americano

Ufo Detector modelo brasileiro

Ufo Detector modelo brasileiro

Atualmente uma ferramenta indispensável na maleta do ufólogo sério, o UFO detector permite ao pesquisador ser avisado com certa antecedência da aproximação de UFOs.O UFO detector é um magnetômetro, destinado a detectar variações no campo magnético do ambiente.Como já é sabido que os UFOs causam perturbações eletromagnéticas no ambiente, este aparelho torna-se muito útil numa vigília, permitindo ao ufólogo preparar seu equipamento para registrar um possível avistamento.

Celular

Com certeza, equipamento obrigatório nos dias atuais para se levar num acampamento ou vigília, tanto para comunicação padrão como também utilíssimo em casos de emergência.

Bússola

Fundamental ferramenta para a orientação do pesquisador, desde a sua localização em determinada região, conhecendo os pontos cardeais, como também durante um avistamento, permitindo ao ufólogo definir a posição do OVNI em relação ao horizonte na escala de azimute, indicada na bússola.

Binóculo grande

Binóculo 4 x 30, de tamanho ideal para ser usado em campo, por causa do seu reduzido peso

Binóculo 4 x 30, de tamanho ideal para ser usado em campo, por causa do seu reduzido peso

Este é um binóculo de maior porte, 10 x50, portanto 10 vezes de aumento com objetiva de 50mm de diâmetro.Permite uma imagem mais clara por ter a objetiva de maior diâmetro.Apesar de sua maior potência tem o seu lado negativo, que é o peso.

Canivete

Muito útil para diversas situações, um simples canivete deve sempre estar no bolso do pesquisador.

Lanterna potente de leds

Uma potente lanterna de leds, de luz branca, é essencial nos afazeres gerais da vigília, como escolher o local, montar o equipamento e outros detalhes.Esta permite um facho de luz com alcance de 10 metros.Não utilizá-la sem necessidade durante a vigília para não afetar a visão noturna dos colegas.

Caneta laser verde

Muito útil no sentido de apontar para os colegas algum OVNI avistado, indicando claramente sua posição.Da mesma forma estas canetas são usadas no ensino da Astronomia, permitindo apontar esta ou aquela estrela, de modo que todos facilmente possam ver a posição do objeto selecionado.Da mesma forma podemos utilizá-la para apontar para um OVNI, principalmente se for de brilho fraco e de difícil visualização.

Este é um Ufo detector de longo alcance, adaptado pelo CEO a partir de outros dispositivos eletrônicos existentes.Este detector consiste de dois módulos:o primeiro é montado num tripé fotográfico, que é colocado distante do local de acampamento ou vigília.Ele é um detector eletromagnético e também um transmissor.Na eventualidade do mesmo disparar devido à influência eletromagnética de algum Ufo, ele envia um sinal de rádio, com o alcance de 100 metros, que ativa outro módulo, que toca um alarme.Deste modo ele consiste em um Ufo detector de médio alcance, permitindo que o sensor seja instalado distante do local de acampamento, e mesmo assim, os pesquisadores serão avisados via rádio se o mesmo detectar alguma coisa.

Este é um monóculo que encontramos no comércio local, muito semelhante ao que foi construído pelo CEO, com a única exceção que este não possui o prisma para visualização de 90 graus.Este modelo, porém, tem uma vantagem, que é a empunhadeira, facilitando seu manuseio em campo, e tendo também uma aba de regulagem de foco.

Walkie Talkies, muito úteis na comunicação do grupo

GPS, utilíssimo para a localização e registro de locais específicos na pesquisa de campo

Filmadora, muito útil para filmagens diurnas, mas não muito boa para filmagens noturnas, visto perder o foco facilmente

Filmadora, muito útil para filmagens diurnas, mas não muito boa para filmagens noturnas, visto perder o foco facilmente

Filmadora Samsung, que permite tirar fotos e realizar filmagens. Não é completa pois não possui a função "Nightshot" para filmagens noturnas

Filmadora Samsung, que permite tirar fotos e realizar filmagens. Não é completa pois não possui a função “Nightshot” para filmagens noturnas

Lanterna de leds para ciclistas. Podem ser presas no dedo polegar, permitindo ao investigador ter as mãos livres durante uma vigília, e ainda assim contar com iluminação, quando necessário

Lanterna de leds para ciclistas. Podem ser presas no dedo polegar, permitindo ao investigador ter as mãos livres durante uma vigília, e ainda assim contar com iluminação, quando necessário

 

Anúncios

16 Comentários em “Ferramentas Do Investigador”

  1. Toni Inajar Says:

    Faltou detector de metais e contador Geiger, para exames em locais de pouso e cropcircles.
    Mas o principal a destacar é que NÃO SE USA LASER EM VIGÍLIA UFOLÓGICA! Os ocupantes podem achar que se está apontando alguma arma e disparar preventivamente. Aliás, não se aponta laser para ninguém, pelo mesmo motivo acima.

  2. Marcelo Says:

    Toni, obrigado por comentar em nosso blog. O contador Geiger é interessante, porém é uma ferramenta muito cara, de modo que incluímos aqui os instrumentos que nós utilizamos e que conseguimos obter, dentro dos nossos recursos. Existem muitos outros instrumentos que só estão disponíveis para venda no exterior, e é inviável economicamente adquirí-los devido a que estão cotados em dólar e receberiam um pesado imposto quando chegassem ao Brasil. Realmente temos um detector de metais, porém não o incluímos aqui no blog ainda. O uso do laser parte da ideia(como aconteceu nos avistamentos de OVNIs no vale de Hessdalen, na Noruega) de que houve casos em que os pesquisadores apontaram um laser verde para um OVNI e ele aumentou de brilho e tamanho(nada além disso). Nunca houve registro de consequências mais graves do uso do laser nas vigílias ufológicas…

  3. Toni Inajar Says:

    Realmente, um contador geiger-müller custa em torno de R$1.700,00. Mas o que é muito para um indivíduo, pode não se muito para um grupo, o qual deve ir formando seu acervo de material de campo aos poucos.
    Quanto ao Laser, concordo que AINDA não ocorreram acidentes.
    Mas sou policial, e tenho que raciocinar como um. Vamos supor que um grupo esteja fazendo uma vigília e vejam algo que entendam como um OVNI e apontem o laser para o tal OVNI que na verdade seria um helicóptero policial que foi confundido, ainda que momentaneamente, com um OVNI. Qual seria a reação dos policiais à bordo ao se verem alvo de um laser?
    Recordo que já ocorreram casos em que os ocupantes de OVNIs dispararam contra pessoas, após confundirem isqueiros e mesmo um maço de cigarros, com armas, então a possibilidade de confundirem um laser como possível agressão é muito alta.
    Ainda que seja somente para prevenir os erros e enganos de interpretação, não aconselho ninguém a apontar um laser para pessoas, seres ou objetos móveis. Laser pode ser bom para astronomia, mas para vigília eu, particularmente, contra-indico.
    Abraço

  4. Marcelo Says:

    Toni, o uso do laser, mesmo numa aula de Astronomia(que nós também fazemos) é perigoso. Soltar o laser na mão de qualquer um, tanto numa sessão de astronomia ou de vigília ufológica seria desastroso. Já passei por situações críticas em campo quando um integrante do nosso grupo mirou algo no céu, porém muito baixo, e passou muito perto de mim e de um colega. O perigo maior claro, é ser atingido nos olhos. Certa vez numa vigília que participei sugeri aos meus colegas a desligarem as lanternas e qualquer luz para que ficássemos em completa escuridão, pois havia alguns bairros próximos que tinham alto índice de criminalidade, logo, uma luz sozinha se movendo no escuro seria convidativo para um atirador desocupado, rsrs…

  5. Toni Inajar Says:

    Exato, Marcelo! Por todos estes motivos e mais alguns é que contra-indico o uso do laser em ufologia.
    Complementando os materiais indicados, tenho um pequeno conjunto de jardinagem com pequenas pás, garfos e tesoura de poda, junto com sacos plásticos (tipo ofício) para colher amostras de terra e vegetais.

  6. Marcelo Says:

    Tivemos relatos de pelo menos dois casos de pousos de OVNIs aqui na região de Ponta Grossa, onde ficaram marcas no solo. Nosso grupo tentou acesso ao local, pedindo ao proprietário mas recebemos sempre resposta negativa. Mais tarde soubemos que as marcas foram destruídas…

  7. Toni Inajar Says:

    E as testemunhas? Se dispõe a relatar? Ainda pode dar uma boa matéria, com uma repercussão positiva. E isso pode facilitar a “abertura de porteiras” no futuro.

  8. Marcelo Says:

    Não identificamos testemunhas na época, apenas ficamos sabendo por meio de uma pessoa, que teve contato com uma das testemunhas, portanto, indiretamente, ficamos sabendo…
    E um dos pousos de OVNIs aconteceu na fazenda de uma conhecida personalidade ponta-grossense, por isso também a dificuldade de falar com as testemunhas…

  9. Toni Inajar Says:

    São as dificuldades da ufologia…
    Quem lhes relatou o fato não tem possibilidade de pôr vocês em contato com alguma das testemunhas? O indicar o endereço?
    Por vezes, pesquisando (investigando) diretamente na região, é possível encontrar outras testemunhas.

  10. Marcelo Says:

    Toni, um dos eventos aconteceu em 1995, e somente alguns anos mais tarde é que a tal da testemunha nos informou. O caso foi bem abafado, tanto que nada saiu na imprensa…Segundo relatos da pessoa, o caseiro da fazenda viu uma esfera de luz pousar no campo, subir, e no dia seguinte, encontraram uma marca de grama queimada… Difícil de encontrar as pessoas envolvidas atualmente, e no final das contas, não falariam nada mesmo pois são funcionários da fazenda…

  11. Toni Inajar Says:

    É uma lástima! Eu mesmo tenho conhecimento de vários casos assim. Mas uma coisa que percebi é que se tivermos tempo e paciência para percorrer a zona rural, e perguntarmos para os pequenos lavradores se viram alguma luz estranha, quase todos tem uma história de “mãe do ouro”, “loira fantasma”, boitatá e bolas de luz. Estas, se bem interpretadas, se revelam como ótimos relatos ufológicos.
    Abraço
    Toni

  12. Marcelo Says:

    Os casos de pousos de OVNIs são os mais importantes para investigação, visto haver marcas no solo, e a possibilidade de se coletar amostras do local para análise, porém, por outro lado, são eventos raros…

  13. Toni Inajar Says:

    Em Antonina, litoral do Paraná, nem são tão raros assim.
    Até em um sítio que tínhamos lá, ocorreram dois pousos na mesma noite, a uns 60 metros da casa. Se conversar com os caiçaras de lá, praticamente todos tem histórias para contar.

  14. 3333gadu Says:

    MAGNIFICO !!! AÍ ESTÁ TUDO O QUE UM INVESTIGADOR DE CAMPO PRECISA

  15. Luiz Luiz roberto mattos Says:

    Olá pessoal! Td bem? gostaria de aprender o passo a passo da montagem do monóculo com camera acoplada! E também o modelo e marca da camera, assim como do monóculo e os outros materiais para detalhes de montagem do mesmo! Desde já e um grande abraço!!

  16. kaczmarech Says:

    Luiz use este e-mail para entrar em contato conosco, daí lhe daremos mais orientação:
    kaczmarech@hotmail.com


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: